O atropelamento

Jogadores confraternizam em um dos sete gols marcados pelo Bayern.

Jogadores confraternizam em um dos sete gols marcados pelo Bayern.

Quando acabou o primeiro tempo do jogo de ontem entre Bayern e Sporting pela Uefa Champions League eu fiquei numa dúvida cruel sobre o que eu iria escrever para o blog. E na verdade eu ainda nem sei, vou deixar fluir, fazer algumas ponderações.

Falar sobre o jogo em si não é nem cabível, não faz sentido. A vaga já era do Bayern de Munique e foi conquistada com uma goleada mesmo jogando em Portugal. O estrondoso 7×1 aplicado ontem na Allianz Arena serviu apenas, se pensarmos na competição, para mostrar que o Bayern pode brigar pelo título. Isso se tratar cada confronto como uma final e executar de maneira inteligente o que se planeja.

O Bayern conseguiu a goleada sobre o Sporting mesmo sem alguns de seus principais jogadores. Entre os que ficaram de fora estava Ribéry, o jogador com maior numero de passes para gol na Liga dos Campeões. São seis assistencias do francês que é o quarto jogador que mais sofreu faltas. O primeiro nesta estatistica é o italiano Luca Toni que também não jogou ontem.

Com o resultado, o Bayern segue mantendo a melhor campanha entre todos os times que disputam a Champions League. A equipe comandada por Klinsmann soma 6 vitórias e dois empates e segue invicta na competição.

Os doze gols marcados na equipe portuguesa elevaram o time bávaro à condição de melhor ataque desta edição. São 24 os gols marcados pelo grande Bayern. Sete deles foram convertidos por Klose que divide a artilharia com Gerrard.

Eu vou pesquisar melhor, mas acredito que essa seja a maior lavada da história dos placares agregados em confrontos pela fase eliminatória na Champions League.

Como curiosidade, no fantasy game produzido pela prórpia Uefa, o Bayern possui quatro entre os jogadores mais valiosos desta edição. Klose é o segundo, Ribéry o terceiro, Rensing ocupa a sexta posição enquanto Schweinsteiger é o décimo.

Obviamente o momento não é de cornetar, entretanto as duas ultimas partidas, sobretudo a de ontem, serviram para mostrar que Klinsmann estava errado a respeito de Podolski. Assim acabamos nos desfazendo do jogador eleito como o jovem mais promissor na ultima Copa do Mundo.

Bom, etapa superada, missão cumprida. Continuaremos em busca do nosso quinto título. Agora é tempo para nos voltarmos para a nossa obrigação: o dever de casa!

PS: Dessa vez eu nem vou fazer um Post-Scriptum em solidariedade a você, Thiago! hahuahuhuauhahua
.

.Deutschland gewinnen!
Nationalelf gewinnen!
Bayern gewinnen!

Noch mehr.

João Henrique.

Anúncios

Uma resposta

  1. o sporting realmente deixou bem claro q nao tinha condiçoes alguma de ganhar a champions. o problema agora é saber até onde esse resultado pode abala-los na disputa da liga Sagres (Portuguesao). Eles vinham embalado e começavam a pressionar o benfica e porto, vice lider e lider respectivamente. agora é esperar pra ver!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: