SEMANA DA RAÇA!

Caros leitores, peço desculpas por não ter postado nada sobre meu querido Chelsea aqui no blog. Confesso que fiquei desmotivado pela falta de interesse de dois de nossos membros.

Mas então, depois do jogo que acabou agora, Chelsea x Arsenal, pela Copa da Inglaterra, senti de volta a vibração do meu time, e que vibração. A semana dos Blues é definida absolutamente nisso: RAÇA!

Tudo começou no primeiro duelo entre Chelsea x Liverpool. Os vermelinhos sairam na frente, com um gol muito bem trabalhado, de Fernando Torres. Senti um medo de sofrer uma goleada histórica. A jogada mostrou que o time deles era mais forte mesmo naquele momento, mas nós poderíamos superar isso com uma coisa: RAÇA! E ela veio antes mesmo do intervalo, com um gol de cabeça de Ivanovic empatamos o jogo naquele momento.

Chegou a hora do intervalo, chegou a hora de: GUUS HIDDINK! Não é possível um time voltar tão diferente de um tempo para o outro sem ter o dedo do técnico. Os Blues acordaram. Drogba, que já tinha perdido dois gols, perdeu outro. Carragher salvou em cima da linha. Depois, o Liverpool teve uma chance com Fernando Torres, e foi a última.
Em outro escanteio, Ivanovic fez outro gol, outro de cabeça. Festa azul. Maior festa ainda, quando Drogba fez o terceiro do Chelsea no jogo, cinco minutos depois do gol da virada.

Levamos a vantagem para decidir em casa. E eu mesmo falava: “Não tem como o Chelsea perder. Não é possível sofrer 3 gols em casa com essa defesa.”
Fiquei muito confiante, e esperei o jogo da volta.

O jogo começou a mil por hora, e me deixou mais ancioso para a partida. Que bom que eu vi esse jogo. Um dos melhores da história da Champions e do futebol mundial.

O Liverpool começou melhor que os Blues a partida, tentando marcar a saída de bola. Sonolento, o Chelsea pouco conseguiu ameaçar no início. Lampard, em cobrança de falta que passou rente ao poste direito de Reina, foi quem mais levou perigo. Os Reds nem sentiram a falta do melhor jogador deles, Gerrard, que estava machucado.

O Liverpool abriu o placar aos 16, e aos 28, fez o segundo gol. O que eu pensava no começo do primeiro jogo, voltou a aparecer na minha cabeça. Seria uma goleada histórica?

Foi ai que voltou uma das peçar principais da semana do Chelsea, Guss Hiddink. Aos 35 minutos ainda no primeiro tempo, ele tirou Kalou para colocar Anelka. O time não melhorou e quase sofreu outro gol.

Chegou a hora do intervalo, chegou a hora de: GUUS HIDDINK! Outra vez ele chamou a atenção da equipe, que voltou no segundo tempo com: RAÇA! Que demonstração de vontade dos jogadores, foi incrível. Todos marcando forte, se jogando em cima da bola, dando carrinho em tudo o que aparecia na frente. Os Blues ressurgiram. Drogba, homem principal do jogo, fez um segundo tempo de gala. Fez o primeiro gol do Chelsea. Passaram 6 minutos, e o Chelsea empatava o jogo. Alex mandou um foguete e marcou um golaço de falta. 2×2. Aos 31, veio o que parecia ser a pá-de-cal: Drogba foi ao fundo e cruzou para Lampard empurrar para a rede e fazer 3×2.

Pensava eu que era o fim. Nada disso. A partir daí, jogadores e técnicos deixaram tudo de lado, tática, formação, e apelaram para o coração. Emocionante.
O Liverpool tinha então 14 minutos para fazer três gols. Aos 36, Lucas voltou a empatar a partida, em chute de fora da área que desviou em Essien e enganou Cech.
O que parecia impossível se tornou mais provável aos 38, quando Kuyt, de cabeça, virou para o Liverpool. A apreensão tomou conta dos torcedores das duas equipes em Stamford Bridge.

Foi nessa hora que eu pensei comigo mesmo: “Cadê a raça do começo do segundo tempo?”
Ela voltou. No finalzinho, aos 44 minutos do segundo tempo, Frank Lampard, fez o gol de empate, chorado, a bola bateu na trave e ainda entrou só do outro lado do gol. 4×4.
As duas torcidas aplaudiam o espetáculo.

Fiquei muito feliz com a classificação, mas já pensei no temível Barcelona de Messi. Não creio na classificação agora, do mesmo jeito que não acreditava na classificação diante do Liverpool. Mas nada que a raça não possa superar outra vez.

E hoje, a chama AZUL que estava quase se apagando dentro de mim, voltou a se ascender. De virada, outra vez, vencemos o Arsenal pela Copa da Inglaterra.
E o que se viu no campo, foi: RAÇA! Drogba e Lampard homens do jogo, e da semana!

Obrigado aos jogadores do Chelsea por essa semana incrível. E se cuida Barça, a raça vai te superar.

Drogba, primeiro jogador da semana.

Drogba, primeiro jogador da semana.

Lampard, segundo jogador da semana

Lampard, segundo jogador da semana

PS: Sou o único sobrevivente de todos vocês. E olha que falaram que os times de vocês iam longe…
PS2: Liverpool nosso freguês da UCL. HSUASHUAHSU
PS3: Ingleses dominando outra vez, já perdi a conta de quantas temporadas seguidas 3 ingleses chegaram na semifinal.

See Ya
Let’s go BLUES!
To the Top ENGLAND!
and
God Save The Queen

Renato Pires

Anúncios

Uma resposta

  1. ta na moda os jogaços

    (de moda eu entendo)

    João Henrique

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: