Apenas regular

bundesligaEu passei a primeira meia hora jogo de estreia do Bayern na Bundesliga 2009/2010 tentando entender como o técnico Van Gaal organizou o meio campo desse novo time que esta sendo formado.

E pelo jeito não foi somente eu que não entendi. Van Gaal mudou o sistema de duas linhas de 4 para um losango no meio campo com um meia centralizado. Assim Altintop pela direita e Schweinsteiger pela esquerda tinham função de volantes sem a bola e podiam sair para o jogo quando o Bayern atacava. Entretanto, perdidos, os meias acabaram não ajudando na criação de jogadas sobrecarregando o jovem Baumjohann.

O Hoffenheim usou o fator campo e a falta de entrosamento do Bayern de Munique para pressionar o time Bávaro mas Van Buyten e Badstuber (outro jovem lançado) se comportaram bem no sistema defensivo.

Quando o gol do Hoffenheim parecia questão de tempo (até aconteceu um gol anulado indevidamente pela arbitragem) Pranjic fez jogada pela esquerda e cruzou para Olic fazer o primeiro gol do Bayern de Munique no campeoanto.

Olic festeja seu gol

Olic festeja seu gol

A partir da abertura do placar o Bayern passou a ter mais dominio do jogo trocando passes no campo do Hoffenheim. O time da casa se acuou no campo de defesa acusando o golpe. Entretanto foi essa postura que acabou dando ao Hoffenheim a possibilidade do empate. Após uma roubada de bola e um contra-ataque muito rápido Obasi bateu para o gol e superou Rensing.

Se no primeiro tempo o Bayern praticamente não lembrou em nada o time da temporada passada, na segunda metade a falta de ambição do time Van Gaal lembrou e muito o time de Klinsmann. Isso aliado a falta de vontade do Hoffenheim de pressionar deixou o jogo como terminou o primeiro tempo: 1×1.

Era estréia, fora de casa, contra um bom time e com muitos jogadores novos. Ainda há muito o que melhorar. Ao que parece, Van Gaal quer utlizar Ribery de maneira centralizada. Isso não deu certo em alguns jogos da temporada passada. Pranjic chegou e bem para jogar na lateral esquerda jogando Lahn para a direita nos deixando forte pelos lados. Com Klose, Mario Gomez e Toni, ser forte pelos lados é fundamental. Ainda assim Olic é mais jogador do que os três.
Vamos ver no que da.
.
Deutschland gewinnen!
Nationalelf gewinnen!
Bayern gewinnen!

Noch mehr.

João Henrique

Anúncios

Uma resposta

  1. Belo Texto Joao !!!

    O Bayern essa temporada tem uma missão dificil, não de remontar o time, mas também pela competitividade da Bundes, que para mim é um dos campeonatos mais interessantes de ver na europa hj em dia….

    Com relação ao Ribery, utilizar ele centralizado, tira do time uma forte arma de ter um jogador com dribles rapidos e objetivos de jogar pelos lados do campo. Van Gall tem que ver q ele não é um jogador cerebral.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: